Melhorias nas estradas do interior.

Ambulância nova adquirida para melhor atender a comunidade.

Ensaibramento, tapa buracos, limpeza de valetas nas vias e estradas do interior.

Nova escavadeira hidráulica

Pavimentação asfáltica Rua Professora Helena Viegas

Veículo adaptado adquirido para atender pessoa com deficiência (PcD).

Localização

Pareci Novo / RS

População Total (2017)4.164  habitantes

Área (2015)57,4 km²

Taxa de analfabetismo de pessoas com 15 anos ou mais (2010)1,66 %

Expectativa de Vida ao Nascer (2010)76,12 anos

Coeficiente de Mortalidade Infantil (2016)23,81 por mil nascidos vivos

PIB (2015)R$ 78.519,33 (mil)

PIB per capita (2015)R$ 21.079,02

Exportações Totais (2007)U$ FOB 4.550

Data de criação20/3/1992 - (Lei nº . 9620)

Munícipio de origem: Montenegro

COREDE: Vale do Caí

* Dados da Fundação Estadual de Economia e Estatística (FEE)

 

Território e Ambiente

  Pareci Novo apresenta 94.4% de domicílios com esgotamento sanitário adequado, 90.9% de domicílios urbanos em vias públicas com arborização e 23.5% de domicílios urbanos em vias públicas com urbanização adequada (presença de bueiro, calçada, pavimentação e meio-fio). Quando comparado com os outros municípios do estado, fica na posição 8 de 497, 165 de 497 e 205 de 497, respectivamente. Já quando comparado a outras cidades do Brasil, sua posição é 228 de 5570, 1412 de 5570 e 1610 de 5570, respectivamente.

 

Trabalho e Renda

 

Em 2016, o salário médio mensal era de 2.2 salários mínimos. A proporção de pessoas ocupadas em relação à população total era de 24.8%. Na comparação com os outros municípios do estado, ocupava as posições 214 de 497 e 138 de 497, respectivamente. Já na comparação com cidades do país todo, ficava na posição 1080 de 5570 e 796 de 5570, respectivamente. Considerando domicílios com rendimentos mensais de até meio salário mínimo por pessoa, tinha 22.3% da população nessas condições, o que o colocava na posição 414 de 497 dentre as cidades do estado e na posição 5435 de 5570 dentre as cidades do Brasil.

Salário médio mensal dos trabalhadores formais:

2,2 salários mínimos

Pessoal ocupado: 929 pessoas

População ocupada 24,80%

Percentual da população com rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo: 22,3%

 

 Educação

 

Em 2015, os alunos dos anos inicias da rede pública da cidade tiveram nota média de 6.4 no IDEB. Para os alunos dos anos finais, essa nota foi de 4.3. Na comparação com cidades do mesmo estado, a nota dos alunos dos anos iniciais colocava esta cidade na posição 68 de 497. Considerando a nota dos alunos dos anos finais, a posição passava a 165 de 497. A taxa de escolarização (para pessoas de 6 a 14 anos) foi de 97.7 em 2010. Isso posicionava o município na posição 305 de 497 dentre as cidades do estado e na posição 2574 de 5570 dentre as cidades do Brasil.    
  • Taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade: 97,7%
  • IDEB anos iniciais do ensino fundamental: 6,4
  • IDEB anos finais do ensino fundamental: 4,3

  Economia

 

Baseada da agricultura familiar com a produção cítrica (laranja, bergamota, limão), de mudas e flores. Produção industrial de produtos oriundos da citricultura, de comésticos e alimentação.

As informações sobre a Agropecuária, Agricultura e Outros Dados Econômicos estão disponíveis no link abaixo. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e também no site da Fundação de Estatística e Economia (FEE).

 

Rede trifásica para atender os empreendimentos situados no interior do Município

Perfuração de novos poços, em parceria com Estado do Rio Grande do Sul, para melhor atender os consumidores da Rede Pública de Abastecimento de Água.

Notícias